Ponte do Rodeiro
Ponte      Cronologia: Idade Média

Lugar : Rodeiro
Freguesia : Castro Laboreiro
Concelho : Melgaço
Código Administrativo : 160302
Latitude : 564,8
Longitude : 199,4
Altitude : 1050m

Acesso : No sítio de "Os Colados", no termo da "branda" do Rodeiro, cerca de 3 kms a Nordeste de Castro Laboreiro. O acesso faz-se a pé (cerca de 5 minutos) desde o lugar de Rodeiro, onde se chega por estradão municipal alcatroado a partir da EN.202-3. O monumento não está sinalizado.

Descrição arqueológica : Ponte sobre o rio Laboreiro, de um arco de volta perfeita alicerçado na rocha granítica que aflora nas margens, através de paramentos de aparelho rude em mamposteria de calhaus graníticos mal afeiçoados e miúdos. O aro do arco, que cobre um triedros uperior a 6 metros de comprimento e quase 5 metros de altura, apresenta um aparelho mais cuidado, observando-se no intradorso os orifícios para encaixe do cimbre. O tabuleiro, em cavalete muito pouco pronunciado, é lajeado e guarnecido por guardas pétreas, tem de largura menos de 3 metros e vence um triedro total superior a 8 metros. Encontra-se razoavelmente conservada.

Interpretação : Não sendo uma construção medieval, revela características técnicas e formais dessa época, particularmente ao nível da armação do arco.

Interesse : Esta ponte fixa uma passagem antiga de relativa importância regional, como era a ligação setentrional de Castro Laboreiro à Galiza, em direcção a Milmanda. Relaciona-se também com a rede de comunicações vicinais de Castro Laboreiro, servindo as "brandas" a Norte da vila. Embora não se conheça qualquer referência documental, este monumento tem grande importância para a compreensão da organização do povoamento e comunicações antigas regionais. Contudo, as suas cronologia de duvidosa medievalidade e vulgaridade arquitectónica impedem que se atribua a este monumento um valor patrimonial significativo.

Bibliografia

Autor : Luis Fontes

Data Última Actualização : 04-FEV-1998